Organização Mundial da Saúde concede prêmio em Saúde Pública ao coordenador da rBLH

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou o resultado do Prêmio Dr. Lee Jong-wook de Saúde Pública de 2020, um dos mais importantes na área. E o vencedor é o brasileiro João Aprigio de Almeida, pesquisador do Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), que foi escolhido, dentre cientistas do mundo todo, pelo seu trabalho à frente da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano.

O Brasil possui a maior rede BLH do mundo, com cerca de 160 mil litros de leite humano distribuídos todos os anos a recém-nascidos de baixo peso. Um programa público criado por cientistas e médicos brasileiros, dentro do SUS, e que é modelo para o resto do mundo: por meio de cooperações internacionais, já foi replicado em mais de 20 países. Um projeto desenvolvido por funcionários públicos brasileiros, que salva milhares de vidas todos os anos. Sua coordenação técnica é da Fiocruz, numa iniciativa que envolve vários institutos.

O Icict, responsável pela área de Informação e Comunicação da Rede BLH, dá os parabéns a João Aprigio e a toda a equipe da rede. Estamos muito orgulhosos! #RedeBLH #aleitamentomaterno #SUS

Fonte: https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=3442244302457574&id=207524...