Argentina – Banco de Leite Humano de Corrientes atingiu 150 litros de leite materno coletados

BLH é o oitavo do país e está em funcionamento desde 2018

Prestes a completar dois anos de funcionamento, o Banco de Leite Humano do Hospital Materno Neonatal Eloísa Torrent, na Província de Corrientes, na Argentina, alcançou o marco de 150 litros de leite humano doado. O trabalho do BLH em prol do aleitamento materno e da doação de leite humano tem contribuído para que prematuros e recém-nascidos tenham acesso à melhor alimentação, o leite materno.

O BLH de Corrientes, primeiro da província e oitavo da Argentina, vem somando conquistas desde sua inauguração, em 31 de outubro de 2018. O crescente número de doações soma-se à celebração do início das atividades da Rede Provincial de Centros de Lactância e Coleta de Leite Materno, lançada em agosto desse ano. A iniciativa já está realizando coleta externa no interior da província e, além de incentivar a doação de leite humano, promove, apoia e orienta sobre o início e a continuidade da amamentação.

Hoje, o BLH atende bebês internados no Hospital Materno Neonatal Eloísa Torrent e também na Maternidad de la Dulce Espera do hospital Ángela I. de Llano. Segundo o coordenador do BLH, Luis Azula, a meta é conseguir distribuir o leite humano doado a todas a maternidades públicas da província. Para isso, o BLH conta com mães doadoras da capital e das cidades de San Luis del Palmar, Paso de la Patria e Goya.

Em sua página no Facebook, o BLH possui um canal de comunicação e disponibiliza informações às mães doadoras e possíveis doadoras.

*Com informações e imagem de El Litoral

 

30/09/2020

Tags: